8 de outubro de 2019

Saiu a Vinheta de abertura do Dia Internacional da Animação 2019


Saiu a vinheta da edição 2019 do Dia Internacional da Animação. Produzida pelo animador Thomas Larson, a vinheta tem como mensagem a ideia de união, mesmo perante as diferenças.

Alguns podem até afirmar que a abertura da mostra é um pouco... digamos... tendenciosa... mas bem... com tantos cortes na cultura e na educação, com tantas interferências no crescimento de um mercado em expansão no Brasil (que gera empregos, crescimento econômico e cultural), e de chegarmos ao ponto de quase termos deixado de ter Anima Mundi após 27 anos ininterruptos, não é pra menos que essa mensagem seja colocada.


Produzido pela ABCA (Associação Brasileira de Cinema de Animação) O Dia da animação terá mostras de curtas metragens acontecendo simultaneamente em mais de 150 cidades Brasileiras no dia 28 de outubro. Tudo na base do amor e do voluntariado. 

Confira a programação das cidades em www.diadanimacao.com.br

7 de outubro de 2019

O Padrão ACME está de Volta!


Parceria entre o Animação S.A. e a Kombo Conteúdo, o Padrão ACME é um snippet dedicado ao universo da animação apresentado por este editor que vos escreve.

Para quem não sabe, diferente do PodCast, o Snippet é um programa em audio com apenas uma pessoa e de curta duração que aborda um determinado tema específico.

Nesta sétima edição, o programa fala sobre as transformações que os desenhos passam no decorrer dos anos de suas temporadas abordando especificamente o caso Pokemon.

Ouçam e divirtam-se! Para ouvir o programa cliquem na imagem acima ou AQUI

3 de outubro de 2019

Vem pro Anim!arte!


O Planetário da Gávea no Rio de Janeiro ganhará estrelas mais animadas entre os dias 3 e 13 de Outubro, pois é lá que vai rolar a 15a. Edição do Festival Internacional de Animação Estudantil, mais conhecido como Anim!arte.

E como todo bom debutante, a festa vai ser de gala. Serão 480 filmes de 61 países concorrendo em 8 categorias, além de palestras, fóruns, worshops, master classes e oficinas práticas e teóricas sobre o universo da animação. Destaques para os dias 12 e 13 de outubro que terá uma programação especial no AquaRio. e outra sessão especial com audio descrição no instituto Benjamin Constant

Segundo o diretor do Festival, Alexandre Juruena, "Queremos incentivar a cultura e estimular o crescimento artístico e profissional dos estudantes de animação para que produzam mais filmes."

E uma das novidades trazidas graças a exibição no Planetário é a categoria "Fulldome" com projeções imersivas de projeção em 360º. 

As Master Classes Internacionais serão ministradas pelo animador tcheco Aurel Klimt da FAMU - Escola de Cinema e Televisão  da Academia de Artes Cênicas de Praga. Já o Fórum de Educação e Animação contará com a participação do Estúdio Escola de Animação, o N.A.D.A. (Nucleo de Animação da PUC-Rio) e a escola de Design da Universidade Veiga de Almeida.

Você pode conferir a programação clicando neste link

30 de setembro de 2019

Um Dragão entre nós!


Você animador 2D e quer migrar para o Software Livre, mas não se adaptou com a interface do Synfig, achou o Open Toonz muito confuso e acha que Crease Pencil do Blender ainda não está maduro suficiente. Você também quadrinista, que procura uma solução para desenvolver quadrinhos interativos. Sua solução talvez seja o Dragon Bones!



Um fato curioso, que este Software Livre é um dos poucos existentes que tem apenas versões para Windows e Mac. Mas quem, assim como eu, é super fã do GNU/Linux, basta instalá-lo via Wine. 



Para animação temos os seguintes recursos:

Sistema de esqueleto 
Vincular osso para imagem. Facilmente deixe seu personagem ter ações mais vívidas e animações mais suaves.

Clipe de filme
Use o clipe de filme para criar um anúncio de animação e marcar uma página da web. Suporte a interpolação de movimento e sequência de quadros
Linha do tempo
Use a linha do tempo para ajustar o quadro-chave de cada elemento, velocidade, interpolação de movimento, para criar animações.
Malha e FFD
As malhas permitem especificar um polígono dentro da sua imagem. Isso melhora a taxa de preenchimento. O FFD permite que as malhas se estendam, esmaguem, dobrem e saltem.
Editor de Curvas
Use a curva para ajustar a aceleração do movimento para tornar sua animação mais vívida.
Onion Skin
O uso da onion skin permite ver alguns quadros antes e depois do quadro atual, para ajustar convenientemente os detalhes da animação com mais precisão.
Nested Animation Symbol
Animation symbol pode ser aninhado para criar um animation symbol mais complexo.
Importar
Importe imagens PS com camadas, dados do DragonBones do DragonBonesPro e FlashPro, outros dados de animação como Spine e Cocos.
Embalagem e Exportação
Empacote imagens em um atlas de textura, o que resulta em renderizações mais eficientes nos seus jogos. Exporte dados do DragonBones e Egret MovieClip com o formato de dados JSON.

Para quadrinhos interativos:

Efeito dinâmico rico
Construa vários efeitos de movimento.
Quadrinhos de página única
Crie movimento em quadrinhos e publique facilmente.
Baseado em HTML5. Assista em todos os lugares.
O que você vê é o que você recebe
Visualizar a qualquer momento no editor. O que você vê é o que você recebe.

Para quem gostou, no próprio site do projeto, existe uma indicação de tutoriais.

No Youtube eu indico os tutoriais do Oficina de Games, totalmente em Português.

Pra quem gosta de conteúdo em inglês, tem também no Youtube os tutoriais do Maksim Petrik.

Bem, acredito que com isto você tenha o mínimo necessário para começar a desfrutar mais esta excelente ferramenta Livre!

Até a próxima pessoal!

23 de setembro de 2019

Novo trailer de Frozen 2!

Elsa, Anna, Kristoff e Olaf estão de volta em mais uma aventura! Assista ao trailer dublado.
Frozen 2 tem previsão de lançamento no Brasil dia 2 de Janeiro de 2020.

Conheça o Relatório da industria Íbero-Americana de Animação


Quem somos nós? Quantos somos? Em que lugares e com quem podemos co-produzir projetos de animação? Essas três perguntas acerca do universo da animação nas américas e na península ibérica poderão ser respondidas através do relatório Ibero-American Animation Quirino White Paper lançado no início desse mês no Festival Pixelatl 2019 do México.

O Resultado é impressionante: 867 produtoras, 262 escolas centros de treinamento, 92 eventos e 26 associações nos 23 países pesquisados (Andorra, Argentina, Bolivia, Brasil, Chile, Colombia, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Porto Rico, Espanha, Uruguai e Venezuela). 

O levantamento aponta que no Brasil temos 2 associações, 27 escolas ou centros de treinamento, 14 eventos e 127 (!) produtoras de animação.

Desses 127 estúdios, 32,2% se dedicam exclusivamente a produção de séries de animação enquanto que 12,2% se dedicam apenas a produção publicitária e 43,5% se dedicam a diversos formatos. Uma análise impressionante quando comparados a vizinhos como Argentina que, com 147 estúdios, tem 6,2% destes se dedicando exclusivamente a produção de séries ou o Chile que tem 54 produtoras de animação com 12,5% se dedicando ao mesmo formato.



E na técnica de animação, 55,9% das produtoras trabalham apenas com animação 2D, 8,5% trabalham apenas com animação 3D e 25,4% trabalham com as duas técnicas. Stop Motion ficou com 0,8% e Ténicas mistas 9,3%.

O Relatório também tem algumas reflexões interessantes como a questão das mulheres na animação e sua luta por um espaço neste mercado , os aspectos legais nas questões de co-produções íbero-americanas e Estudos de caso (com direito aos cases de Porto Papel e O Menino e o Mundo)

Anunciado em Abril desde ano durante os Prêmios Quirino de Animação e tendo tido uma prévia lançada durante o festival de Annecy na França, o relatório, recém finalizado pretende acompanhar o crescimento da indústria da animação nos países analisados ja tendo previsto uma atualização no próximo ano com áreas de atuação e média de público.

Você pode fazer o Download de todo o material clicando aqui no link para o site oficial dos Prêmios Quirino 

20 de setembro de 2019

Estamos de volta e o GNUGRAF 2019 é Semana que vem

Personagem criado e desenvolvido no pelo professor e artista 3D Gustavo Rosa no software Blender

O Animação S.A. está de volta e cumprindo sua função de atualizar animadores e animaníacos com os acontecimentos do mundo da Animação.

Nos próximos dias 27 e 28, o Universo da computação Gráfica Livre vai invadir o campus Tijuca da Universidade Veiga de Almeida. 

Em sua 11a. Edição, o Gnugraf reúne diversos profissionais de mercado e da academia que se dedicam a arte da computação gráfica e a chamada filosofia OpenSource. Serão diversas palestras e workshops sobre Games, Animação, Modelagem, Ilustração, Pintura Digital e muito mais .

"É um marco. 11 anos assim sem patrocínio e ainda está acontecendo. O Evento nasceu com nerds e entusiastas de software livre e hoje conta com artistas profissionais de mercado não somente trabalhando mas princípalmente compartilhando seu conhecimento com novos e futuros artistas" - Diz Cadunico, artista gráfico, criador do evento (e também editor aqui da casa).

E você? Quer aprender ferramentas digitais para ilustração, pintura, animação ou Games e não sabe por onde começar? Ou já trabalha no mercado e quer aumentar a gama de possibilidades de ferramentas? Venha participar! 

O Evento é gratuito e conta com certificado para quem se inscrever com antecedência no site oficial onde você pode também ter acesso a grade de programação - www.gnugraf.org. Corre lá e se inscreve!

Quer saber mais sobre a Filosofia OpenSource? 5 anos atrás falamos sobre isso no nosso programa do Canal Animação S.A.

11 de abril de 2019

Primavera Blenderiana!

Em 2015 escrevi aqui para o blog sobre os curtas que a Blender Foundation e o Blender Animation Studio produzem para ir testando suas novas versões do Blender.
Terça dia 02/04/2019 foi a estreia de seu mais recente projeto o Spring.

O curta conta a história de uma pastora e seu cachorro, que enfrentam espíritos antigos para continuar o ciclo da vida.

O escritor e diretor deste filme foi o Andy Goralczyk, que se inspirou em sua infância nas montanhas da Alemanha para desenvolver a história.
A versão teste utilizada para modelagem, texturização, animação e render foi a versão 2.8 do Blender.
No vídeo abaixo vemos um pouco da produção do filme.
Além do Blender foram utilizado mas 2 Softwares Livre, o Gimp e o Krita para toda a produção gráfica, concept art e texturas.
Segue abaixo a ficha técnica desta produção:
  • Diretor: Andy Goralczyk.
  • Produtor: Francesco Siddi
  • Produtor executivo: Ton Roosendaal
  • Música: Torin Borrowdale
  • Som: Sander Houtman
  • Arte conceitual: David Revoy
  • Diretor de animação: Hjalti Hjalmarsson
  • Modelagem e sombreamento: Julien Kaspar
  • Animação Ignaci Conesa, Nathan Dillow, Pablow Fournier
  • Aparelhamento Juan Pablo Bouza
  • Iluminação e efeitos Pablo Vazquez, Sam Van Hulle
  • Software e Pipeline Brecht van Lommel, Jacques Lucke, Jeroen Bakker, Sergey Sharybin, Sybren Stüvel, Tobias Johansson
  • Rendering IT4INNOVATION VSB - Universidade Técnica de Ostrava


Já foi dito antes mas não custa lembrar, todos os curtas e seus arquivos são licenciados pela Creative Commons By SA ou seja, nós podemos utilizar todo esta material da maneira que quisermos. Agora abaixo vejam este maravilhoso trabalho!
Até a próxima pessoal!

28 de fevereiro de 2019

OpenColorIO o novo campeão da Academy Software Foundation (ASWF)

Muito esta se falando do Homem-Aranha no Aranhaverso (Spider-Man: Into the Spider-Verse), e estão falando da nova ferramenta Open Source utilizada no filme o OpenColorIO.


Mas antes de entrar nele gostaria de contextualizar algumas coisas que aconteceram antes deste bum.

Em 2018 foi anunciada uma parceria da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas com a Fundação Linux para formar uma academia de desenvolvimento de Softwares Open Source para a indústria do cinema.


Esta formação foi um estudo de 2 anos que comprovou que 80% dos softwares utilizado na indústria são Open Source. A esta academia deram o nome de Academy Software Foundation (ASWF) cujo objetivo são 2:

  • Ajudar no desenvolvimento dos softwares e bibliotecas listadas na imagem acima.
  • Desenvolver Software Open Source para indústria cinematográfica.
No segundo objetivo eles começaram com o OpenVDB que é uma biblioteca em C++ de código aberto, desenvolvida pela DreamWorks Animation, que faz a organização de aplicações volumétricas e também  manipulação de dados para as produções. Trocando em miúdos é uma ferramenta para que os programadores não tenham que digitar 10 Kilos de código pra fazer qualquer tipos de simulação.

A segunda investida na academia surgiu com a Sony Pictures Imageworks e seu agora tão famoso OpenColorIO ou simplesmente OCIO. Para não ter livre interpretação do que é este software, vou colocar abaixo a explicação que consta na página principal do projeto:
"O OpenColorIO (OCIO) é uma solução completa de gerenciamento de cores voltada para a produção de filmes, com ênfase em efeitos visuais e animação por computador. O OCIO proporciona uma experiência de usuário direta e consistente em todos os aplicativos de suporte, permitindo opções de configuração de back-end sofisticadas, adequadas para uso de produção de ponta."
Ou seja, ele  é um render de cores, de código aberto compatível com vários softwares do mercado Open Source ou não.
Sua contribuição para o filme Homem-Aranha no Aranhaverso (Spider-Man: Into the Spider-Verse), se deu justamente na criação das imagens finais do filme. Toda a parte de modelagem, texturização, iluminação e animação foi feita no Maya. Poderia ter sido feita no Blender? Sim poderia, mas foi feita no Maya como mostra este vídeo. Uma salva e agradecimento ao Ismael Lito que deu a dica do vídeo.

Mas Cadunico, você disse anteriormente que o OCIO poderia ser usado em Softwares Livre e Open Source. Bem primeiro de tudo ele não é uma paleta de cores e sim um renderizador e como tal deve ser instalado no seu Sistema Operacional. Para o RedHat e CentOS já existe um instalador. Mesmo porque a Red Hat é parceira da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas desde Titanic. Para os demais sabores de GNU/Linux e SOs Livres e Open Source vai ter de compilar! Já pro Windows a coisa é mais light, basta copiar e colar o script que tem no próprio site num diretório específico e instalar a linguagem Python versão 2.6.
Abaixo veremos este renderizador em ação sendo utilizado pelo  mrViewer, um Filp Book e player de vídeo e áudio profissional.
 
Agora vou listar os Softwares Livres e Open Source  compatíveis com OpenColorIO:

Bem pessoal, é isto! Espero ter esclarecidos algumas notícias erroneas que estão rolando na internet da vida.
Até a próxima!

8 de setembro de 2018

Blender 2.8!

O meu primeiro artigo para este site foi falando de Blender. Muito tempo se passou e este maravilhoso software foi evoluindo exponencialmente.

 
Mas agora a nova revolução vem mostrando os seus primeiros raios de alvorada. Durante 3 meses os principais desenvolvedores deste software se juntaram em Amsterdã na sede da Blender Foundation para praticamente refazer o software do zero! Foi um trabalho muito intenso que eles chamaram esta reunião de Code Quest.

O resultado desta empreitada será mostrado neste artigo.

Eevee
 
O primeiro grande recurso é a substituição do Blender Render pela Eevee um renderizador em tempo real que segue a tendência PBR (Physically Based Rendering) da indústria de jogos, suportando gráficos de alta qualidade acoplados a uma janela de visualização responsiva em tempo real.


Com este novo renderizador, é possível criar luzes mais fotorrealísticas e sombras muito mais suaves.



Os materiais ganharam recurso de shaders Uber seguindo os materiais Unreal Engine 4 PBR. Tornando muito mais fácil o processo de criação de materiais e texturas complexas.


Agora podemos iluminar cenas com imagens HDRI em tempo real, fazendo com que os objetos da cena se influenciem mutuamente (reflexos, luz difusa, etc.).


Além de todos estes recursos, temos Motion Blur, Bloom, Tone Map, Depth of Field, Ground Truth, Ambient Occlusion, tudo isto em tempo real!

Grease Pencil

A ferramenta Grease Pencil inicialmente no projeto Blender foi criada para fazer anotações. Mas com o passar do tempo os animadores 2d começaram a utilizar este recurso. Pensando nisto a equipe do Code Quest resolveu desenvolver mais recursos na versão 2.8, fazendo com que o animador 2D ganhasse mais uma ferramenta poderosa.



Com o conjunto de novos pinceis, é possível fazer praticamente qualquer tipo de animação 2D diretamente na viewport do Blender.




Na versão 2.7, os desenvolvedores inseriram uma paleta de cores para que os animadores 2D pudessem pintar seus projetos. Mas agora eles viram que as cores Grease Pencil são muito mais complexas do que uma cor simples. Com isto eles trocaram a Palettes para Materials. Agora as cores funcionam da mesma maneira que qualquer outro material no Blender, com configurações adicionais exclusivas para Grease Pencil.


Um novo design de visualização foi criado especialmente para mostrar os recursos do Grease Pencil.

Essa visualização também é usada para selecionar o material atribuído ao pincel.

Além disto foi criado uma série de modificadores específicos para o Grease Pencil.




Nova Game Engine


Infelizmente (ou felizmente) na versão 2.8 damos adeus a Blender Game Engine, por motivos mais que compreensíveis, os recursos da BGE estavam obsoletos demais para acompanhar a demanda do mercado, além do fato de adaptá-la para os recursos da Eevee seria uma tarefa muito árdua e o resultado final não ficaria satisfatório. Então a decisão mais sábia foi "aposentá-la".



Muito pouco se sabe ainda deste recurso, o mais próximo é uma pequena demonstração de geração de partículas mostradas no vídeo acima, pois o projeto ainda esta em fase muito inicial.

Sabemos a princípio de quem vai liderar o projeto é o desenvolvedor Benoit Bolsee, e que o novo recurso se chama Interactive Mode.

 
Os blocos lógicos serão substituídos por nodes, igual ao sistema de composição e o sistema de materiais.

Os desenvolvedores vão usar como referencia motores de jogos tais como Unity, UPBGE, Blen4Web e Armory 3D para estruturar o seu novo motor de jogos. Trocando em miúdos, podemos esperar uma super ferramenta vindo por aí!

Mas para você que não vive sem um motor de jogos dentro do seu Blender, não se desespere pois basta baixar todos estes motores citados acima (menos a Unity), e instalar no seu software 3D favorito e seja feliz!

Outras novidades
Muitos outros recursos estão sendo implementados no novo Blender, um dos mais significativos são os novos recursos da Viewport.




Novo Shader de Cabelo



Suporte a luzes IES no Cycles



E muitos outros! Mais uma vez a Blender Foundation sai na frente e faz com que seu software supere ainda mais a concorrência!

Outa notícia muito legal é que quem coordenou toda a equipe de desenvolvimento da versão 2.8 foi um Brasileiro, o nome dele é Dalai Felinto.


Arquiteto formado pela UFF, começou sua carreira no Blender desenvolvendo o algorítimo que renderizava os jogos e as animações para domos de imersão.

 
Além disto foi um dos autores do livro Game Development with Blender pela editora Cengage Learning PTR


O mais legal que ele vai estar na edição de 10 anos do GNUGRAF que acontecerá dias 14 e 15 de Setembro dentro do próprio campus da ESDI, Rua do Passeio, 80 – Centro – Rio de Janeiro em frente ao Passeio Público e ao lado da escola de música da UFRJ. As palestras e oficinas são totalmente GRATUITAS. Detalhes neste link!

Gostou!? Quer experimentas o novo Blender!? Então não perca tempo e baixe a versão teste neste link.

Não sabe mexer no Blender? Gostaria de aprender? O que acha de ter aula com este que vos escreve?

Durante os dias 06/10 e 13/10 das 09h às 18h, estarei ministrando um curso essencial de Blender na EDX Coworking

Av. Rio Branco 124, Centro, Salas 1002 e 1102 – Rio de Janeiro

Maiores detalhes neste link.

Bem, por enquanto estas são todas as novidades!
Até a próxima!